Após Facebook, Twitter diz que também vai banir conteúdos que negam o Holocausto

O Facebook anunciou que irá banir qualquer publicação que negue a existência do Holocausto. Agora, o Twitter decidiu fazer o mesmo, afirmando que vai deletar tuítes com tal conteúdo, visto que eles violam a política da rede sobre conduta de propagação de ódio.

“Condenamos veementemente o antissemitismo. Nossa Política contra Conduta de Propagação de Ódio proíbe uma ampla gama de comportamentos, incluindo fazer referências a eventos violentos ou tipos de violência em que as categorias protegidas foram as principais vítimas, ou tentativas de negar ou diminuir tais eventos. Também temos uma política robusta de ‘glorificação da violência’ em vigor e agimos contra o conteúdo que glorifica ou elogia atos históricos de violência e genocídio, incluindo o Holocausto”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *