Fernando Lottenberg será primeiro comissário da OEA contra o antissemitismo

O advogado brasileiro Fernando Lottenberg será o primeiro comissário da Organização dos Estados Americanos (OEA) para monitoramento e combate ao antissemitismo.

O posto, recém-criado na instituição, já existe na União Europeia e em países como Canadá e Estados Unidos e terá como principal atribuição o enfrentamento da discriminação e do ódio.

Lottenberg explica: “O principal desafio é conscientizar os países de que o antissemitismo não é um problema apenas das comunidades judaicas, mas das sociedades que fazem parte do continente; é uma questão ligada à defesa da democracia e dos direitos humanos”.

Fernando já foi presidente da Confederação Israelita do Brasil e atualmente é membro do Conselho de Curadores do Instituto de Assuntos Latino-Americanos e Latinos do Comitê Judaico Americano.

Segundo ele, a criação do cargo é uma “sinalização de que o assunto está ganhando uma proporção preocupante e merece atenção especial”.

Lottenberg lembra que, no Brasil, o ensino do Holocausto já está incluído na, o que deve ser adotado por outros países da região.

“Estamos pleiteando a filiação à Associação Internacional da Recordação do Holocausto, cuja definição de antissemitismo vem sendo adotada por vários países e instituições. Devemos também combater manifestações neonazistas, cujo número tem aumentado no Brasil”.

A OEA é um grupo que reúne 35 Estados das Américas com o objetivo de promover a democracia, os direitos humanos, a segurança e o desenvolvimento, além de ser um organismo facilitador do diálogo pelo fim de crises institucionais. Seu secretário-geral é o uruguaio Luis Almagro.

Fonte: Folha de Sã Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *