FIERJ apresenta notícia-crime contra humorista

A Federação Israelita-RJ, representada pelo advogado Ary Bergher, denunciou ao Ministério Público Federal o humorista Léo Martins, do “Pânico”.

Ela acusa o comediante de ter ofendido os judeus, a religião judaica e os portadores de autismo no programa veiculado na Jovem Pan, no rádio e na internet.

Léo Lins afirma: “teriam que cancelar os judeus, que Hitler bem que tentou…” e compara o ditador nazista ao artista Marcos Mion, pai de autista, que reclamou de ofensas de Léo aos portadores da síndrome.

O criminalista Ary Bergher pede para o MP federal analisar segregação cautelar, ou seja, prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *