Inaugurado no RJ o Monumento em homenagem às Vítimas do Holocausto

A Lei é de autoria da vereadora Teresa Bergher, que afirma: “o grande idealizador foi o meu marido, deputado Gerson Bergher, de abençoada memória. Ele foi construído com recursos da iniciativa privada, e a Prefeitura não entrou com um centavo de dinheiro público”.

No espaço, haverá uma programação destinada aos alunos das redes pública e privada e receberá exposições nacionais e internacionais com temas que dizem respeito à defesa dos direitos humanos e à tolerância. Ele funcionará em cooperação com outras instituições do gênero, como os memoriais de Jerusalém, Washington e a Casa Anne Frank, em Amsterdã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *