Israel aprova uso de máscaras transparentes para facilitar a leitura labial para a população com deficiência auditiva

Com base em um projeto de Shirley Pinto, a primeira parlamentar surda da história de Israel, o Ministério da Saúde de Israel aprovou o uso de máscaras transparentes para facilitar a leitura labial para a população com deficiência auditiva do país.

Estima-se que no país existam cerca de 850 mil deficientes auditivos que usam leitura labial para se comunicar. Todo o pessoal de saúde deverá ter uma máscara transparente ao tratar de um paciente com deficiência auditiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *