Pesquisa do Instituto Weizmann de Ciências de Israel: os primeiros humanos usaram fogo para produzir ferramentas de pedra

Antigos hominídeos podem ter usado temperaturas diferentes para criar vários tipos de ferramentas. A descoberta foi feita por pesquisadores do Instituto Weizmann de Ciências, que empregaram tecnologias de ponta para estudar uma coleção de objetos de pedra datados de cerca de 400 mil anos.

O estudo sugere um entendimento qualificado sobre o aquecimento do sílex para a produção de diferentes formas – é o que indica o trabalho do português Dr. Filipe Natalio, pesquisador do Departamento de Arqueologia do Weizmann, publicada na Nature Human Behaviour.

As ferramentas de sílex fabricadas com o emprego de fogo encontradas na caverna Qesem no centro de Israel são evidências de que os primeiros hominídeos eram capazes de controlar a temperatura do aquecimento e de que descobriram uma importante habilidade de sobrevivência e prosperidade.

Segundo ele, “não podemos saber como ensinaram aos outros a habilidade de fazer ferramentas, que experiência os levou a aquecer a pedra crua em diferentes temperaturas, ou como eles conseguiram controlar o processo, mas o fato de que as lâminas mais longas são consistentemente aquecidas de uma maneira diferente das outras peças, aponta para uma intenção”.

Saiba mais: acesse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *