Presidente de Israel pretende trazer judeus etíopes urgentemente para o país

A Etiópia sofre com a violência e declarou “estado de emergência”. A guerra civil matou milhares de pessoas e deixou milhões desabrigados. “Milhares de pessoas ainda estão esperando para fazer aliá. Devemos continuar a agir para trazê-los para Israel rapidamente”, afirmou Isaac Herzog. “Não é apenas um dever, é um grande privilégio, porque todos vemos a imensa contribuição dos imigrantes da Etiópia para onde quer que olhemos”.

A ministra da Imigração, a etíope Pnina Tamano-Shata, prometeu acelerar o processo. Estima-se que entre 7.000 e 12.000 membros da comunidade etíope ainda aguardam para chegar a Israel, muitos dos quais vivem na região de Tigray, o coração do conflito.

Cerca de 140.000 judeus de origem etíope vivem em Israel hoje. Cerca de 22.000 foram transportados de avião para Israel durante a Operação Moses em 1984 e a Operação Solomon em 1991, principalmente da comunidade Beta Israel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *