Sinagoga de 2 mil anos é descoberta em Israel

Uma sinagoga de 2 mil do período do Segundo Templo foi descoberta em Migdal, um grande assentamento judaico desse período que serviu como base principal para Yosef Ben Matityahu (Flavius Josephus) em sua guerra contra os romanos na Galiléia durante a Grande Revolta. Esta é a primeira vez que duas sinagogas do período do Segundo Templo foram encontradas no mesmo local.

Dina Avshalom-Gorni, da Universidade de Haifa, uma das diretoras das escavações, afirmou: “A descoberta de uma segunda sinagoga neste assentamento galileu lança luz sobre a vida social e religiosa dos judeus na área neste período e reflete a necessidade de um edifício dedicado à leitura e estudo da Torá e para reuniões sociais”.

Já o prof. Adi Erlich, chefe do Instituto Zinman de Arqueologia da Universidade de Haifa, explicou: “O fato de termos encontrado duas sinagogas mostra que os judeus do período do Segundo Templo procuravam um lugar religioso, e talvez também social. A pedra com um relevo da Menorá da outra sinagoga, em Migdal, sugere que os judeus locais viam Jerusalém como seu centro religioso, e suas atividades locais ocorriam sob essa centralidade. A sinagoga que estamos escavando agora está perto da residência enquanto a escavada em 2009 era circundada por uma área industrial. Assim, as sinagogas locais foram construídas dentro do tecido social do assentamento”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *