Startups israelenses ganham mentoria brasileira

A Confraria do Empreendedor, hub de conexões que tem como objetivo apoiar à jornada empreendedora, movimentar o cenário de inovação aberta e potencializar o empreendedorismo por meio da diversidade de negócios, acaba de firmar parceria o Scale Up inBrazil.

O programa, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento, APEX-Brasil e a Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital, ABCCAP, com a Israel Trade & Investment, visa acelerar o ingresso de companhias de base tecnológica israelenses no Brasil; e acaba de selecionar dez empresas da terra ancestral do povo judeu que contarão com o apoio destas entidades para iniciar suas operações no país. Um dos maiores objetivos do ScaleUp inBrazil é atrair as empresas, fomentar seu desenvolvimento, aumentar investimentos, gerar empregos e potencializar a inovação competitiva no país.

As startups israelenses receberão mentoria dos membros da Confraria do Empreendedor em assuntos como o ambiente de negócios no Brasil, vendas, investimentos, pitch training, marketing e entre outras necessidades. Para Diogo Garcia conectar é um dos principais propósitos da Confra. “Para a Confraria, esta parceria é um reflexo da relevância da comunidade no ecossistema empreendedor que se traduz nesta frente com o propósito da comunidade – Colaborar, compartilhar e conectar para ajudar empreendedores em suas jornadas”.

A relação entre os dois países é amistosa e se tornou oficial em 1949 quando estabeleceram relações diplomáticas. A confundadora e gestora da Confra, Natália Lazarini, afirma que de lá para cá as relações se desenvolveram, mas ainda existem alguns desafios a serem vencidos. “Muitas empresas querem desbravar o mercado brasileiro, mas a nossa cultura empresarial, falta de entendimento do sistema legal e tributário, são fatores que dificultam a exploração do mercado nacional”. Comenta Lazarini.

Mesmo com estes obstáculos, existem diversas empresas israelenses como Waze, Checkpoint e Wix, por exemplo, que se consolidaram no mercado nacional e reconhecem que o Brasil é um país estrategicamente importante para o desenvolvimento e foi essencial para seu crescimento.

O programa, que está em sua segunda edição, teve um aumento de 28% no número de inscritos em relação ao ano anterior e as dez empresas selecionadas avançarão para as demais etapas do programa que inclui completa interação online com o ecossistema brasileiro e uma imersão no Brasil no início de 2021.

Segundo a diretora de desenvolvimento de negócios da Scale Up inBrazil, Luciana Detoni, empresas israelenses já nascem vislumbrando o mercado global e a associação à Confra é estratégica. “A parceria com a Confraria do Empreendedor traz para a mesa a possibilidade de conexão com um networking extremamente qualificado onde as empresas podem compartilhar experiências, aprendizados, desafios, receber inputs sobre o mercado brasileiro e encontrar formas de colaboração, inclusive comerciais”.

Fonte: Rapaduratech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *