Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Coleção de manuscritos de Albert Einstein é exibida em Jerusalém

Einstein_colecao



A Universidade Hebraica de Jerusalém está exibindo uma coleção de 110 páginas manuscritas escritas por Albert Einstein, muitas das quais nunca foram apresentadas anteriormente ao público. Elas incluem notas matemáticas escritas à mão, a maioria de 1944 a 1948, e também um apêndice a um artigo sobre a teoria do campo unificado que o físico nascido na Alemanha apresentou à Academia Prussiana de Ciências em 1930.

A Universidade Hebraica de Jerusalém recebeu os documentos como doação de uma fundação em Chicago para os seus arquivos de Albert Einstein, compostos por 80 mil itens, depois que eles foram comprados de um colecionador particular na Carolina do Norte. “Esses trabalhos refletem a maneira como Einstein estava pensando, o modo como Einstein estava trabalhando. A maioria deles, em sua caligrafia, são cálculos matemáticos com muito pouco texto”, explica o professor Hanoch Gutfreund, conselheiro acadêmico dos arquivos. “Eles são resumos de suas anotações; sempre que algo lhe acontecia, uma nova ideia, ele se sentava imediatamente e rabiscava, procurando suas consequências”.

Einstein, que se estabeleceu nos Estados Unidos depois de renunciar à sua cidadania alemã quando Adolf Hitler chegou ao poder, deixou seus escritos científicos e pessoais à Universidade Hebraica de Jerusalém. Ele ganhou o “Prêmio Nobel de Física” de 1921. E morreu em New Jersey, em 1955.

[yuzo_related]

Rolar para cima