Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Coronavírus: cientista israelense-americano busca solução para beneficiar idosos

ff2652db-d94d-4701-bd1a-0008f7fde947

A equipe do Programa de Vacinas de Precisão do Hospital Infantil de Boston está trabalhando arduamente no desenvolvimento de uma vacina para o novo coronavírus, declarado como uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde. O médico israelense-americano Ofer Levy, diretor do Programa, afirmou que, entre os esforços mundiais na busca por vacinas, seu grupo se concentra exclusivamente em uma solução que beneficie prioritariamente pessoas acima de 65 anos.

Médico e professor associado da Harvard Medical School, Levy e seus colegas pesquisadores trabalham em uma vacina desde meados de janeiro. Ele estimou que mais de 40 grupos separados estão trabalhando em vacinas mas, até o momento, nenhuma foi aprovada. Ele está focado no desenvolvimento de elementos ou moléculas que aumentarão a resposta a uma vacina. O plano é que a vacina combine o elemento certo com uma parte do coronavírus denominada proteína spike.

Atualmente fazendo testes em ratos, os pesquisadores pretendem coletar amostras de sangue de voluntários humanos idosos para testes fora do corpo. Levy pretende começar os testes em breve.”Esperamos que, dentro de algumas semanas, tenhamos um resultado sobre qual o melhor elemento, para que possamos contribuir com o desenvolvimento de uma vacina”. Ele explicou que os testes serão feitos em ratos, com um monitoramento dos anticorpos que eles usam para combater o coronavírus. “Esperamos desenvolver vacinas que induzam imunidade protetora por pelo menos um ano, mas o ideal que queremos alcançar é de uma que protegeria por até dez anos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[yuzo_related]

Rolar para cima