Equipe liderada por Israel cria “Google Map” cerebral que pode ajudar a combater o Alzheimer

A descoberta permite que os pesquisadores ampliem o RNA (ácido ribonucléico) em resolução de nanoescala sem ter que destruir o tecido para remover o RNA para análise, dando uma visão do tecido cerebral que estava até então fora do alcance dos médicos. Leia mais: acesse.

Fonte: Rita News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *