Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Grupos de WhatsApp negam Holocausto, louvam Hitler e propagam nazismo

grupo2

Há grupos de extrema direita ativos no WhatsApp, a maioria deles formados recentemente. Fotos e figurinhas de Hitler são frequentes, assim como a negação do Holocausto, a hostilidade a imigrantes e a defesa do nacionalismo. A entrada nos grupos ocorre por meio de links que circulam no WhatsApp.

Criado em 20 de maio deste ano, um dos grupos tinha 87 integrantes na semana passada. Entre seus motes estão “antissionismo, contra tudo e todos que propagam e financiam o Estado de Israel”.

No último dia 14 de agosto, um membro identificado como Gabriel fez um pedido: “Alguém manda o hino da SS, por favor”, em referência à organização paramilitar de Hitler. Não demorou dez minutos para um link com o áudio aparecer no grupo.

Pouco depois, outra pessoa compartilhou a íntegra do Mein Kampf, de Hitler. Um usuário de nome Anderson sugeriu que se fizesse uma versão audiobook do livro.

Há ainda montagens da Estrela de David, símbolo do judaísmo, com imagens de ratos, e figurinhas da bandeira de Israel queimando. “Sieg Heil”, saudação nazista que significa “Viva a Vitória”, é um cumprimento comum.

O WhatsApp declarou que condena o discurso de ódio. “Como serviço de mensagens, não temos acesso às mensagens privadas compartilhadas pelas pessoas. Além disso, não há ferramenta de busca de grupos disponível no WhatsApp”.

Fonte: Folha SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[yuzo_related]

Rolar para cima