Israel é o primeiro país a proibir a venda de peles

“A indústria de peles causa a morte de centenas de milhões de animais em todo o mundo e inflige crueldade e sofrimento indescritíveis”, justificou a ministra de Proteção Ambiental, Gila Gamliel, que acrescentou: “Usar a pele e os pelos de animais para a indústria da moda é imoral e certamente desnecessário. O comércio de casacos de pele de animais não pode justificar a indústria de assassinatos brutais de que os fabrica. Assinar esses regulamentos tornará o mercado da moda israelense mais ecologicamente correto e com muito mais compaixão pelos animais”.

A decisão foi saudada pela ONG de direitos dos animais Animals Now, que elogiou a iniciativa como um “marco histórico” que “salvará inúmeros animais da crueldade da indústria de peles”.

Israel foi o primeiro país a adotar a medida, embora o Estado da Califórnia, nos EUA, tenha tomado esta decisão em 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *