Mirna Rubim e Gledy Goldbach participam de peça sobre o envelhecimento

A comédia musical “Nada além do nada” mistura ingredientes pouco recorrentes para o gênero: as inquietações das mulheres pós-menopausa; as incertezas sobre o futuro em um contexto de pandemia; e as gargalhadas que prevalecem nas pessoas mais velhas diante das contradições da vida.

A peça está sendo apresentada em forma de teleteatro e pode ser assistida até o dia 19 de dezembro. Em cena estão Mirna Rubim e a atriz Gledy Goldbach.

A história se passa em 2050, em uma casa de repouso, onde duas amigas vivem seus dias juntas, desfrutando da maturidade que chega com os 89 anos de vida. As piadas e provocações que uma dirige à outra são carregadas de acidez e deixam transbordar os muitos temas que afligem as mulheres que já passaram pela menopausa.

Em suas reflexões com tons de verborragia, a dupla solta a voz – chegando até mesmo ao rap. Em todas as palavras, faladas ou cantadas, elas questionam a modernidade, a imortalidade, as redes sociais, o casamento, a menopausa, entre outros temas.

Mirna explica: “O confinamento da pandemia nos trouxe muitas angústias e incertezas. Como artista, mulher e pessoa que vive a terceira idade, decidi encarar de frente todos os temas que passaram pela minha cabeça ao longo de tantos meses. Espero que todos os públicos – das bisavós aos bisnetos – possam se reconhecer e dar boas risadas”.

Informações: acesse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite os caracteres da imagem no campo abaixo *