Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Projeto escolar usa relatos sobre Holocausto como forma de sensibilização

Projeto escolar usa relatos sobre Holocausto como forma de sensibilização

Os direitos humanos trabalhados a partir de vivências reais e do estudo do Holocausto é a tônica de um projeto desenvolvido pelo Centro de Educação de Menores localizado em Juiz de Fora. Por exigir muita sensibilidade, os professores de História e Língua Portuguesa propuseram leituras e filmes que abordam o Holocausto, para falar sobre o assunto e despertar reflexões. Entre as obras abordadas por eles estão: “O diário de Anne Frank”, “O menino do pijama listrado” e “Olga”.

Na biblioteca, o horror nas imagens dos campos de Auschwitz-Birkernau saltou aos olhos na exposição “Retratos de Auschwitz – A Arte em Busca da Paz”, de Fernando Priamo. Ele explicou que o trabalho foi feito em preto e branco porque o campo não é o lugar da cor. “A intenção é mostrar pelas fotos o que os livros não conseguem descrever. Quando entrei no campo de concentração, sentia uma forte angústia, um aperto no peito. Chorava e não entendia o porquê. Passando pelos pontos, você sente as pessoas chorando, os policiais passando pela parte de contenção e até os cães que faziam parte dessa época. Essa presença lá é muito forte. Todos caminham em silêncio, não tem cor, não tem alegria”.

De acordo com o professor de História Renê de Oliveira, um dos responsáveis pelo projeto, a ideia é despertar a atenção dos alunos por meio do sentimento de empatia. “Nos bairros em que eles moram, eles sempre veem coisas que não conseguem interpretar. Ao ver esse sofrimento, em um momento em que a sociedade não está atenta para essas dores, buscamos o entendimento deles sobre os direitos humanos e a necessidade de afirmar a sua importância”.

[yuzo_related]

Rolar para cima